sábado, 8 de novembro de 2008

Vênus sem peles

Minha percepção de tempo parece...perturbada.
A folha balança devagar e o céu continua claro.
Será ainda o mesmo dia de tantos dias atrás?
Sinto que falta algo aqui hoje. E talvez seja eu mesma.
Sangue, amor. Sangue, meu amor. Meu. Sangue meu.

2 comentários:

Bruna Hilário. disse...

Não fica assim, amanhã tu mata a saudade de mim delicia /senta hihi

Daniel disse...

é... parece que o outro falta quando nós nos faltamos...